arte-aprovacao-blog (1)

As dores nas pernas e suas principais causas

Uma das reclamações mais recorrentes em clínicas e hospitais é a dor nas pernas. Podemos definir essa dor como um incomodo que pode ocorrer na região do pé, joelho, tornozelo, coxa, atrás do joelho, parte de trás da perna ou em qualquer parte da região do quadril até o final das pernas. Cãibras, lesões, flebite, veias varicosas, má circulação, aterosclerose, trombose venosa profunda, artrite e hérnia de disco são alguns dos motivos que podem levar a estes sintomas. Alguns deles podem, inclusive, ser bastante comuns. E essas dores podem surgir a qualquer momento, desde quando se exercita até quando se está em repouso.

O desconforto pode ser originário de condições relacionadas ao aparelho musculoesquelético, vascular, neurológico ou mesmo fazer parte de condições de dores difusas crônicas. O resultado pode ser por uma inflamação do tecido (ocasionada por lesões ou doenças crônicas) ou por qualquer outro motivo, como ficar muito tempo em pé ou muito tempo sentado.

O primeiro passo para qualquer tratamento, depois de consultar um médico especialista, é reconhecer as características comuns dos principais grupos de causa, chamadas síndrome:

Origem musculoesquelética:

  • Dor melhor localizada
  • Pode se concentrar próxima de áreas articulares
  • Pode piorar no início ou ao longo de exercícios
  • Repouso costuma melhorar
  • Dor pode piorar com palpação de regiões definidas
  • Costuma melhorar com analgésicos e anti-inflamatórios

Origem vascular venosa ou linfática:

  • Dor mal localizada
  • Peso nas panturrilhas
  • Piora no final do dia
  • Piora em longos períodos em pé
  • Costuma melhorar com elevação pernas
  • Inchaço pouco doloroso nos tornozelos
  • Presença de varizes
  • Pele acastanhada nas pernas e tornozelos

Origem vascular arterial:

  • Dor mal localizada
  • Pior nas partes mais baixas da perna e panturrilha
  • Dor aparece quase sempre ao caminhar
  • Piora com marcha mais acelerada
  • Melhora rapidamente com a interrupção da marcha
  • Extremidade dos dedos dos pés pálida ou arroxeada
  • Perda de pêlos e pele brilhante nas pernas
  • Presença de doença cardíaca e cerebral

Origem neurológica:

  • Dor mal localizada
  • Sensação de queimação, choques, ardência, agulhadas, formigamento
  • Pode haver dor lombar associada
  • Redução da sensibilidade dos pés
  • Perda de chinelos na marcha

Síndrome dolorosa difusa:

  • Sensação de “carne dolorida” em todo o corpo
  • Prejuízo do sono, cansaço, perda de memória
  • Humor deprimido ou nervosismo
  • Piora com o frio
  • Sensibilidade ao toque em diversas áreas musculares

Após essa análise, baseada em uma cuidadosa observação de sintomas e exames médicos clínicos, exames complementares podem ser solicitados. Esses exames precisam ser direcionados para as hipóteses observadas e podem incluir exames laboratoriais, RX, Ultrassom, Ressonância Magnética, Ultrassom Doppler venoso ou arterial, Arteriografia, Linfocintilografia biópsia e alguns outros. A ultima fase é então a especificação da dor.

Existem algumas dores que são as principais, entre elas:

Dor muscular

Dores podem ser desenvolvidas após exercícios. É comum em atletas, mas os sedentários também podem sofrer desse mal. É bastante comum a presença de câimbras.

Insuficiência venosa

A dor é um sinal precoce e vem antes do aparecimento de varizes. As mulheres são as mais atingidas e acaba sendo pior durante o período menstrual.

Fibromialgia

A dor nas pernas é apenas uma parte de toda a dor no corpo. Além disso, os sintomas são insônia, fadiga, memória fraca e ainda é comum a associação com depressão e ansiedade.

Artrites

Essa dor acomete, principalmente, os joelhos. Isso pode irradiar a dor para toda ou uma parte das pernas.

Ciatalgia

A dor ciática está localizada das nádegas até o pé e pode estar acompanhada de dor lombar. Quase sempre apenas de um lado e piora com a perna estendida em posição deitada.

Neuropatia Periférica

Costuma ser pior nas extremidades da perna e pé. Acontece devido a uma lesão do nervo periférico. As causa podem ser: diabetes, alcoolismo, hanseníase, HIV e vasculites.

Doença Arterial Obstrutiva Periférica

Redução da chegada do sangue oxigenado até os tecidos levado pelas artérias. Tem agravamento com caminhadas. Provoca ardência que melhora com a interrupção do exercício.

Síndrome do stress tibial medial

Dor em toda a canela, provocada por inchaço no osso da tíbia. Acontece quando há esforço e é comum em corredores.

Veias varicosas

São veias superficiais dilatadas. Inicialmente, elas podem ser tensas e palpáveis, mas não são necessariamente visíveis. Mais tarde, elas podem se dilatar progressivamente, provocar protrusão e tornarem-se óbvias; além de causar fadiga, pressão e dor nas pernas.

Tendão de Aquiles

O tendão do calcâneo, conhecido por tendão de aquiles, é um dos mais fortes do corpo. Constituído pela musculatura posterior da perna, ele é essencial para atividades como caminhada e corrida, arrancadas e também atua na absorção do impacto após saltos. Desse modo, a inflamação do tendão de Aquiles (tendinite do Aquiles) é uma queixa recorrente em corredores, saltadores e indivíduos que praticam atividade física somente nos finais de semana

Essas são apenas algumas das causas relacionadas a dores nas pernas. Mas as possibilidades são muitas. O tratamento para dor nas pernas depende da origem dos sintomas. Como vimos aqui, algumas causa são graves e precisam de tratamento indicado pelo especialista. Mas existem também algumas formas de prevenir e aliviar as dores por má circulação ou esforço fisico intenso.

  • Reduzir o consumo de sódio
  • Beber bastante água
  • Evitar roupas apertadas
  • Ter muito cuidado na escolha dos sapatos
  • Ficar em pé ou sentado por muito tempo pode piorar a dor, o ideal é se movimentar sempre que possível
  • Praticar atividades físicas regularmente

O corpo humano nem sempre é exato e é preciso ter a certeza do que esta realmente motivando a dor. Sempre que uma dor anormal e persistente surgir, consulte um médico e apure as causas e sintomas.

Fontes: drleandrofinotti.com.br
guidafarmacia.com.br
vitta.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agende agora seu exame!

O Instituto da Imagem

Fachada do Instituto da Imagem

O Instituto da Imagem é uma Clínica de Diagnóstico Médico por Imagem que atende as cidades de Sumaré, Hortolândia, Nova Odessa, Monte Mor, Americana e a região metropolitana de Campinas.

Ver mais
Horario
Horários de Atendimento
  • Segunda: 07:00 - 19:00
  • Terça: 07:00 - 19:00
  • Quarta: 07:00 - 19:00
  • Quinta: 07:00 - 19:00
  • Sexta: 07:00 - 19:00
  • Sábado: 07:00 - 12:00
Localização
Localização

Pç. Manoel de Vasconcellos, 618 (Praça das Bandeiras)
Sumaré - SP - CEP:13170-150

Rota Google Maps Rota pelo Waze