fbpx
arte-blog (12)

A importância dos exames gestacionais para uma gravidez saudável

Quando uma mulher se descobre grávida, um mundo de transformações começa a acontecer. O corpo muda, os hormônios oscilam e o organismo começa a se preparar para o crescimento do feto até o parto. E a partir desse momento, a futura mamãe começa a ter compromissos semanais com avaliações físicas, exames, análises e muito cuidado. É o que chamamos de pré-natal.

O momento do pré-natal é fundamental para uma gravidez. É nesse momento que tudo relacionado ao feto é descoberto. Ele é essencial na prevenção e detecção precoce de patologias tanto maternas quanto fetais. Algumas doenças podem ser descobertas nesse período, inclusive futuras doenças. E, assim, é possível indicar o melhor tratamento e ter um preparo significativo pra quando o bebê chegar. Algumas patologias que podem ser identificadas nesses exames: HIV, hepatites, rubéola, toxoplasmose e sífilis.

A rotina de exames, nesse período, é muito intensa. Afinal, tem uma vida sendo gerada dentro do corpo de uma mulher e isso precisa ser acompanhado de perto.

Sobre a consulta e exames

Mesmo isso sendo um assunto de abordagem muito específica, já que depende do médico escolhido e da condição da gestante, geralmente a mulher tem uma visita mensal com seu obstetra até o sétimo mês. A partir do oitavo, passa a ser duas visitar. E, no nono, é semanal. É uma rotina muito necessárias para acompanhar cada mudança da gestação. Em todas essas consultas, avaliações (que não chegam a ser exames) são feitas para checagens:
– Avaliação do estado geral da paciente.
– Verificação da pressão arterial.
– Verificação do peso.
– Aferição da circunferência abdominal.
– Aferição da altura do útero.
– Verificação dos batimentos cardíacos do feto.
– Solicitação e análise de exames laboratoriais e de imagens.

Exames obrigatórios

Em casa fase são necessários tipos diferentes de exames. A gestante deve se submeter a cada um deles em períodos específicos. Mesmo que cada gravidez seja uma situação única e uma jamais pode ser comparada com a outra, existem exames gerais e exames especiais que são característicos de cada gravidez e todos eles precisam da solicitação de um medico obstetra e de sua análise posterior.

Início do pré-natal:

Ultrassonografia Obstétrica – A ultrassonografia ou ecografia obstétrica, representa o método diagnóstico de escolha para o acompanhamento gestacional, pois não utiliza radiação ionizante, somente ondas de som de alta frequência, mostrando-se altamente seguro para o feto e pode ser realizado em qualquer período gestacional, dispensando qualquer tipo de preparo ou utilização de contraste.

Ela pode ser realizada em vários período da gestação. Logo após a descoberta, cujos objetivos são confirmar a gravidez, saber a idade gestacional, avaliar o número de embriões, a viabilidade da gestação e detectar os sinais vitais do embrião (US Obstétrica Convencional do 1 Trimestre);

Hemograma completo – É um exame muito importante para determinar algumas coisas como o tipo sanguíneo (essencial para providências posteriores necessárias), contagem de hormônios, verificação de anticorpos da tireoide, identificar a existência de infecções, verificar a presença de anemia, verificar os níveis de açúcar no sangue e analisar se a gestante tem riscos de contrair doenças como rubéola, citomegalovirose e toxoplasmose, além de outras possíveis doenças e síndromes.

É nesse exame que também é feita a análise para prevenir doenças como a pré-eclâmpsia, que podem causar partos prematuros e até levar a mãe e o bebê a morte. O exame de sangue pode ser feito várias vezes durante os meses de gravidez.

Urina – Detectar infecção de urina, o que é muito comum durante uma gestação.

Fezes – Analisar presença de parasitas no intestino.

Entre a 5ª e a 8ª semana:

Ultrassom Intravaginal – Esse é um dos exames mais importantes em uma gravidez. Ele pode ser realizado antes, logo após a descoberta da existência do feto para verificar se está tudo bem, mas é nesse período que ele é essencial.

Esse exame ajuda a visualizar o saco saco gestacional, o embrião e a calcular qual é o tempo da gravidez. Auxilia também em uma programação de parto, ou seja, a data que o bebê irá nascer.

Se a ultrassonografia intravaginal for realizada após a sexta semana, é possível ouvir os batimentos cardíacos do feto.

Entre a 11ª e a 14ª semana:

Ultrassonografia da transluscência nucal – Esse é um dos exames mais esperados pelos pais. Essa ultrassonografia faz a medição da quantidade de líquido na região da nuca do feto. Este exame serve para calcular o risco do bebê apresentar alguma malformação ou síndrome, como a síndrome de Down.

Entre a 20ª e a 22ª semana:

Ultrassonografia morfológica – Nessa fase, esse exame é importante para medir o tamanho e peso do feto. Além disso, ele consegue analisar os órgãos do bebê que já devem estar formado a essa altura e verificar possíveis malformações.

É aqui também que é possível ver o sexo do feto. Hoje em dia existem tecnologias avançadas, como 3D ou 4D, que já possibilitam ver até os traços faciais.

Entre a 24ª e a 28ª semana:

Triagem de diabetes gestacional – A diabetes gestacional é muito comumente desenvolvida. E para verificar se ela existe ou não, a mulher precisa fazer esse exame. Ele é mais conhecido como curva de tolerância glicêmica ou teste oral de tolerância à glicose, porque no laboratório a grávida bebe um copo de glicose e depois passa por exames para a análise. Ele é muito importante porque essa doença necessita de cuidados especiais.

Entre a 34ª e a 37ª semana:

Triagem de estreptococo beta-hemolítico – É a análise de uma amostra da secreção vaginal e do reto para verificação de eventual infecção causada pela bactéria estreptococo do grupo B que pode ser transmitida para o bebê no nascimento.

Ultrassonografia do terceiro semestre – Exame feito para monitorar o tamanho e peso do feto. Aqui também é usado para verificar a posição dele, a maturidade da placenta e quantidade de líquido amniótico.

A tecnologia Doppler é um recurso que facilita a detecção de problemas. O Doppler é uma técnica especial do ultrassom que avalia o fluxo de sangue nos vasos sanguíneos e nos órgão e tecidos do corpo.

Final do terceiro trimestre

Ultrassonografia – Serve para diagnóstico de posição fetal e avaliação da vitalidade fetal. Além disso, é preciso avaliar se o feto apresenta boas condições intra-uterinas para o parto.

Exames especiais: qual a necessidade?

Os exames especiais são necessários caso algum dos exames convencionais apresente algum alteração. Além disso, para gravidez acima dos 35 anos, gestantes com doenças prévias – como lupus, câncer e outros -, gestantes com hipertensão ou doenças cardíacas e alguns outros casos específicos também são indicadas a realizarem esses exames. São eles: biópsia do vilo corial, teste de Coombs, amniocentese, fibronectina fetal, ecocardiografia fetal e perfil biofísico fetal.

Cada exame listado aqui precisa, acima de tudo, ser acompanhado com especialistas e realizados em laboratórios e clínicas de muita confiança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agende agora seu exame!

O Instituto da Imagem

Fachada do Instituto da Imagem

O Instituto da Imagem é uma Clínica de Diagnóstico Médico por Imagem que atende as cidades de Sumaré, Hortolândia, Nova Odessa, Monte Mor, Americana e a região metropolitana de Campinas.

Ver mais
Horario
Horários de Atendimento
  • Segunda: 07:00 - 19:00
  • Terça: 07:00 - 19:00
  • Quarta: 07:00 - 19:00
  • Quinta: 07:00 - 19:00
  • Sexta: 07:00 - 19:00
  • Sábado: 07:00 - 12:00
Localização
Localização

Pç. Manoel de Vasconcellos, 618 (Praça das Bandeiras)
Sumaré - SP - CEP:13170-150

Rota Google Maps Rota pelo Waze